naom_57bbfdecb23c7.jpg

Por enquanto o Nougat apenas está disponível em dispositivos Nexus, com algumas exceções.

A Google lançou finalmente a nova versão do seu sistema operativo, o Android 7.0 Nougat, que passa assim a estar disponível para os dispositivos da sua linha colaborativa de smartphones Nexus, sendo que nem todos estão incluídos.

A atualização chegará gradualmente aos utilizadores do sistema operativo tem em vista o Nexus 6P, o Nexus 5X, o Nexus 6, o Nexus 9, o Nexus Player, o Pixel C e ainda o General Mobile 4G, que diz respeito ao Android One. De foram ficam o Nexus 5 da LG e ainda o Nexus 7 de 2013.

Entre as muitas novidades deste sistema operativo encontram-se a capacidade de utilizar duas aplicações em simultâneo na mesma janela – ver um vídeo e estar no Facebook, por exemplo – assim como a capacidade de responder a mensagens diretamente a partir da barra de notificações.

Para ficar a par de todas novidades do Android Nougat ao mínimo detalhe, a Google lançou um site próprio onde é possível ficar a saber de tudo o que vai encontrar de novo.

naom_55f12db12e022.jpg

A alegada terceira versão do iPhone 7 foi adiada para o próximo ano e será como que uma versão de celebração dos 10 anos dos smartphones da Apple.

Faltam cerca de três semanas para a revelação do próximo smartphone da Apple, alegadamente o iPhone 7, mas os últimos rumores continuam a olhar para além disso, em direção do iPhone de 2017.

As últimas informações chegam por via da japonesa Nikkei, que corrobora rumores antigos de que o iPhone de 2017 integrará pela primeira (num smartphone da Apple) um ecrã OLED, componente que será fornecido pela Samsung. Mais do que ter um dispositivo com ecrã OLED, a Apple terá também um ecrã com laterais curvas, uma caraterística popularmente reconhecida da linha Galaxy Edge da tecnológica sul-coreana.

A par destas informações surgem também novos elementos relativos à rumorada terceira versão do iPhone 7, conhecida como ‘Pro’, e que alegadamente foi cancelada. Agora, é adiantada a possibilidade desta versão ter sido adiada para o próximo ano, sendo este o iPhone que a Apple está a preparar para celebrar o 10º aniversário dos seus dispositivos móveis.

naom_57847f78460d4.jpg

Um recente estudo olhou para as margens operacionais das grandes fabricantes para perceber quem está realmente a ser bem-sucedido neste mercado.

Os smartphones não são um negócio fácil. Além de toda a competição de todas as empresas e fabricantes, ainda é necessário lidar com as tendências deste mercado que está sempre em mutação. Posto isto, não é de admirar que apenas duas das fabricantes consigam ser bem-sucedidas, neste caso a Apple e a Samsung.

As conclusão são de um estudo da Cannaccord Genuity, que compilou as margens operacionais de cada uma das ditas grandes empresas para perceber quais delas está a retirar lucro deste mercado, com a Apple a ter uma margem operacional de 38% e a Samsung de 17%. De resto, nota o The Next Web que tanto a Microsoft como a HTC têm perdas de 22%, a Lenovo de 10%, a LG de 5% e Blackberry de 3%.

Os dados são relativos ao segundo trimestre deste ano, sendo que mais interessante mesmo é perceber a evolução que o mercado tem tido desde o primeiro trimestre do ano passado.

naom_57baa0b68a6f.jpg

A nova aplicação da rede social já está disponível para dispositivos iOS.

O Snapchat tem-se mantido como um dos grandes rivais do Facebook, sobretudo no que diz respeito à popularidade entre os mais jovens e à predominância do formato vídeo, uma área em que a rede social de Mark Zuckerberg se tem tentado integrar desde há meses.

Numa nova ‘carga’ contra o Snapchat, o Facebook lançou uma nova aplicação que tem em vista rivalizar com a aplicação de Evan Spiegel. A aplicação, de nome Lifestage, permite aos utilizadores publicarem um vídeo para mostrarem aos seus seguidores o que estão a fazer ou a contar como foi o seu dia.

Como conta o The Next Web, de momento a aplicação apenas está disponível para dispositivos iOS, sendo de prever que o Facebook não demore a lançá-la para sistema operativo Android.

 

naom_562e8640c9de6.jpg

Anteriormente este processo só era possível recorrendo a bactérias e a outro tipo organismos.

O MIT conseguiu dar um passo em frente no processo de ‘gravação’ de memórias em genes humanos, ganhando a capacidade de o fazer diretamente no ADN.

Anteriormente o processo apenas era possível para cientistas e investigadores caso fossem utilizados bactérias e outro tipo de organismos mais simples. Os investigadores do MIT responsáveis pela descoberta foram capazes de criar um circuito de genes com uma enzima capaz de reagir a uma determina célula imune.

Os investigadores foram mais longe e estão agora capazes de criar múltiplos destes circuitos, o que possibilita a um médico, em teoria, saber histórico de saúde de um determinado indivíduo. Apesar do entusiasmo que a descoberta está a gerar, conta o Engadget que esta capacidade ainda deverá estar longe de chegar, pelo que de momento apenas é de esperar que sirva como uma ferramenta parta vigiar infeções ou avanços de casos de cancro.

PROGRAMAÇÃO DE TV

Câmbio do Dia

Moeda Compra Venda
EUR 66.85 68.19
USD 59.85 61.05
ZAR 4.58 4.68
Fonte: BCI, 20 de Junho de 2017

Telefones Úteis

Por provincia

Assista a emissão em directo:

tvm1 smalltvm2 small