%AM, %23 %271 %2018 %07:%Mar.

Até um dos fundadores do WhatsApp acha que devia abandonar o Facebook

Escrito por

naom_5878e44e6a238.jpg

A aplicação de mensagens foi adquirida pela tecnológica em 2014 por cerca de 15 mil milhões de euros.

O facto de o Facebook ter falhado em proteger os dados de 50 milhões de utilizadores está levar a uma das maiores campanhas online de sempre contra a rede social de Mark Zuckerberg. As críticas estão a ser tantas que até um dos responsáveis pela app de mensagens WhatsApp se juntou à onda de críticas, incentivando os utilizadores do Facebook a apagarem as suas contas.

Brian Acton, co-fundador e responsável pela divisão de engenharia do WhatsApp, publicou no Twitter a mensagem que pode ver abaixo. “Esta na altura. #deletefacebook”, pode ler-se no tweet de Acton. De recordar que o WhatsApp foi adquirido pelo Facebook em 2014 por 19 mil milhões de dólares (cerca de 15.4 mil milhões de euros).

brianwh.jpg

Acton abandonou o WhatsApp há seis meses atrás e junta-se ao coro de ex-associados do Facebook que atualmente criticam a postura da rede social. Caso não queira abandonar a rede social mas queira controlar o tipo de dados que partilha online pode consultar alguns conselhos.

Ler 635 vezes

PROGRAMAÇÃO DE TV

Câmbio do Dia

Moeda Compra Venda
EUR 67.72 69.07
USD 58.10 59.26
ZAR 4.37 4.46
Fonte: BCI, 15 de Julho de 2018

Telefones Úteis

Por provincia

Assista a emissão em directo:

tvm1 smalltvm2 small