inh.jpg

Não adesão aos partos institucionais está provocar óbitos em mulheres grávidas em Inhambane

Cento e setenta casos de mortalidade infantil e neo-natal foram registados no ano passado na Província de Inhambane.

Apesar do intenso trabalho desenvolvido pelo sector da saúde, os números continuam assustadores. Quarenta e três mulheres grávidas morreram por não terem aderido ao parto Institucional em 2017.

CANCR.jpg

Aumentam casos de cancro do colo do útero e da próstata  em Inhambane

Cresce o número de pacientes que procuram os serviços de saúde para o rastreio do cancro do colo do útero e da próstata na Província de Inhambane.

No ano passado, foram rastreados mais de dezassete mil pacientes contra cinco mil do ano anterior.

 

MED.jpg

Ministra da Saúde recomenda aperfeiçoamento de medidas de gestao de medicamentos em stock

Ministra da Saúde recomenda celeridade no reforço das medidas de segurança no depósito provincial de medicamentos de Cabo Delgado, para garantir boa gestão dos fármacos do sistema nacional.

Nazira Abdula disse ter constatado com satisfação esforços do sector e parceiros no combate ao desvio de medicamentos.

 

Viat.jpg

Sector da Saúde na Zambézia adquire meios circulantes para facilitar actividades

Governo e parceiros investem mais de vinte e oito milhões de meticais, na aquisição de sete viaturas entregues ao sector da Saúde na Zambézia.

Os meios circulantes destinam-se ao programa de circuncisão médica masculina.

O governador da Zambézia, Abdul Razak apelou para uma boa conservação dos mesmos.

 

rtu4rururdutrturuuryre.jpg

Governo moçambicano introduz a testagem da qualidade de medicamentos, na origem, para evitar a importação de fármacos sem qualidade, não registados, e até falsificados ou contra-feitos.
Para o efeito, a Ministra da Saúde lançou hoje em Maputo o projecto de inspecção pré-embarque de medicamentos, que numa primeira fase será na Índia, maior exportador de fármacos para Moçambique.
Com esta medida o produto indesejado para Moçambique será descartado ainda no país de origem, antes de se incorrer em quaisquer custos operacionais de exportação e importação.
Também será evitado o risco de circulação de medicamentos inapropriados ou contrabandeados, no destino, onde a fiscalização é ainda deficitária, pese embora o laboratório nacional de medicamentos faça a testagem.
Actualmente a inspecção pré-embarque é feita por uma entidade privada, INTERTEK, que a faz de forma visual e documental, sem nenhuma testagem analítica da qualidade e conformidade com a certificação.
Moçambique adopta esta medida em cumprimento da recomendação da auditoria do fundo global e se suporta na experiência da Nigéria e do Gana, que já implementam a testagem pré-embarque de medicamentos na origem.
Na componente legal, já existe um despacho ministerial datado de Março de 2017, que impõe o procedimento considerado de vital importância para a protecção da saúde pública.

PROGRAMAÇÃO DE TV

Câmbio do Dia

Moeda Compra Venda
EUR 72.22 73.66
USD 59.10 60.28
ZAR 4.79 4.89
Fonte: BCI, 25 de Abril de 2018

Telefones Úteis

Por provincia

Assista a emissão em directo:

tvm1 smalltvm2 small