0,f1cc8fd1-c6fe-4ae8-b480-8f51e4cdc33c.jpg

AS autoridades da Saúde, no Niassa, devem mais de sete milhões e setecentos mil Meticais a mil e duzentos profissionais em horas extraordinárias, urgências e senhas de presença.

O facto foi dado a conhecer pelo director do Hospital Provincial de Lichinga, Paulino Muarapaz, durante a apresentação do seu informe ao governador Arlindo Chilundo, no âmbito da visita que este efectuou àquela unidade sanitária.

Muarapaz explicou que o sector está a enfrentar dificuldades relacionadas com o pagamento de subsídios desde Junho do ano passado.

Esclareceu que mais de cinco milhões de Meticais, do total da dívida, diz respeito a horas extraordinárias, enquanto a outra parte está ligada ao pagamento de trabalhos de urgências e senhas de presença.

O valor em causa, de acordo com a nossa fonte, já foi enviado à Direcção Provincial de Economia e Finanças, esperando-se que, a qualquer momento, se faça o respectivo desembolso.

No terreno, os trabalhos decorrem sem grandes sobressaltos, uma vez que, segundo Muarapaz, os funcionários estão a par das dificuldades financeiras que o país atravessa.

Por seu turno, o director provincial deSaúde, no Niassa, José Manuel, explicou que a maior parte do valor devido tem a ver com o alojamento e alimentação de novos profissionais colocados em diversos distritos da província, a mais extensa do país.

Garantiu que esforços estão a ser feitos no sentido de evitar novas dívidas com a implementação de novas políticas de admissão de profissionais de Saúde, que passam pela redução de despesas relacionadas com o alojamento e alimentação.

Afirmou que a partir deste ano a colocação de profissionais de Saúde será feita por via de concurso para permitir que o Estado se liberte das despesas de alojamento e alimentação.

Num outro desenvolvimento, José Manuel anunciou que a dívida acumulada poderá ser liquidada através de amortização gradual e a longo prazo, sem prejuízo do pagamento de salários e subsídios.

 

Fonte: Jornal Noticias

Link: http://www.jornalnoticias.co.mz/index.php/sociedade/68160-profissionais-de-saude-devidos-mais-de-7-milhoes.html

higimnstrl.jpg

Campanha de Educação sobre Higiene Menstrual na Escola chega a 7 estabelecimentos de ensino primário e secundário na província de Maputo.

A acção promovida pela organização Water Aid Moçambique, consiste em palestras visando consciencializar alunos e gestores escolares para prestarem o apoio necessário a rapariga.

0348e6935-7cdb-4634-9d0e-e22f4ca30a96-r-NjQweDM0Mw.jpg

Inaugurado na Localidade de Luia, distrito de Magoe, em Tete, uma nova unidade sanitária.
A infra-estrutura construída com fundos de governo e parceiro de cooperação, vai beneficiar cerca de 20 mil habitantes daquela região, que faz fronteira com a República do Zimbabwe.

NOVAS_INFECÇÕES_HIVSIDA_Taxas_preocupam_autoridades_da_Zambézia.jpg

Governador da Zambézia questiona sobre o aumento de novos casos de infecção pelo HIV/Sida na província. 
Na Zambézia a taxa de seroprevalência é estimada em cerca 12%.
Abdul Razak apela a sociedade a levar à séria a problemática da pandemia do Sida, com vista a garantir a prevenção, combate e mitigação dos efeitos da doença.

 img041590-135-20161013-123247.jpg

Desconhecidos roubam quantidades não especificadas de medicamentos num dos Centros de Saúde da cidade de Mocuba, província da Zambézia.

Alegada falta de guarda na Unidade Sanitária deixa o hospital vulnerável e pode ter contribuído para o alcance dos objectivos dos malfeitores.

 

PROGRAMAÇÃO DE TV

Câmbio do Dia

Moeda Compra Venda
EUR 71.29 72.72
USD 60.75 61.97
ZAR 4.57 4.66
Fonte: BCI, 18 de Agosto de 2017

Telefones Úteis

Por provincia

Assista a emissão em directo:

tvm1 smalltvm2 small