Dias
Horas
Minutos
Segundos

accds.jpg

Tragédia nas estradas sul-africanas.

10 moçambicanos morreram esta 4ª feira e outros 9 ficaram feridos na Bulemburoad, perto da vila municipal de Barberton, província sul-africana de Mpumalanga.

Segundo o porta-voz do departamento da Segurança Comunitária, Joseph Mabuza, O carro capotou quando o motorista do mini-bus, a caminho de Mogambique saindo de Gauteng, perdeu controlo da viatura numa curva em zona montanhosa perto de Barberton. Os feridos dos quais 4 crianças foram transferidos para 0 Hospital Rob Ferreira, na cidade de Nelspruit. O número de vítimas mortais

poderá aumentar dada a gravidade dos ferimentos de alguns sobreviventes. 

segunda, 07 novembro 2016 16:57

Há 1 dia das Eleições nos EUA

hillary-trump.jpg

Há vinte e quatro horas das eleições no Estado Unidos a candidata Hilary Clinton leva vantagem de três pontos percentuais em relação ao seu mais directo adversário Donald Trunp.

Entretanto Trunp joga a última cartada contra Hilary trazendo a tona o escândalo dos emails do FBI em que a antiga Secretária de Estado estava envolvida. 

É tudo ou nada. Vinte e quatro horas para América e o mundo saber quem é o próximo inquilino da Casa Branca e uma das personalidades mais influentes do mundo.

Diversas agencias de sondagens apresentam a democrata Hilary Clinton como a favorita, com três pontos percentuais em relação ao mais directo adversário. Ou seja Hilary Clinton com 44% e Donald Trunp com 41.

Um adversário que joga com as possíveis armas de que dispõe, adjectivando-a de corrupta e de persona non grata. Aliás, são armas que para Donald Trunp podem não ser tão eficazes quanto desejaria.

É que  Hilary Clinton foi ilibada e o director do FBI não pretende levar a vante o processo da alegada violação de segredo de Estado, através do correio electrónico do FBI, a que a candidata era acusada.

Uma acusação que se contextualiza a quando Hilary Clinton desempenhava o cargo de Secretária de Estado Norte americano.

O comunicado emitido pelo director do FBI a declinar o interesse de acusar a candidata crinalmente pelo uso de emais pessoais trouxe uma nova esperança e a adversária de Trunp e elevou a confiaça dos eleitores.

O último dia é marcado de um lado, consolidação  do eleitorado democrata, de outro, desacreditação da adversária devido a escândalos.  

2210603h765.jpg

Cerca de 240 migrantes morreram afogados em dois naufrágios, esta quinta-feira, ao largo da costa da Líbia, no Mar Mediterrâneo.

Pelo menos 110 pessoas morreram num primeiro naufrágio de uma embarcação que transportava mais de 140 pessoas.

Uma segunda embarcação terá, também, desaparecido no mar. 129 pessoas terão perecido.

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, estes migrantes serão originários da África Ocidental.

A porta-voz da ONU, Carlotta Sami, afirmou que a informação foi confirmada por dois sobreviventes que conseguiram chegar à ilha de Lampedusa, em Itália.
Segundo a Organização Internacional para as Migrações, mais de 4200 migrantes morreram no Mar Mediterrâneo, a tentar chegar à Europa, desde o início de 2016.

z20930485VMiasto-Diyarbakir-polozone-jest-na-poludniowym-wsc.jpg

Uma forte explosão provocou esta manhã pelo menos oito mortos e várias dezenas de feridos junto à sede da polícia em Diarbaquir, na região curda do sudeste da Turquia.

Segundo o governador da cidade, a explosão teria sido causada por uma viatura armadilhada.

Entre as vítimas mortais encontram-se dois polícias e seis civis, segundo o primeiro-ministro turco Binali Yildirim.

A ação, que não foi reivindicada, é atribuída por fontes governamentais ao grupo separatista curdo PKK.

O chefe de governo afirmou que pelo menos um membro do PKK teria sido vitimado pela explosão desta manhã.

O atentado ocorre horas depois do governo ter detido 15 deputados do partido pró-curdo HDP, suspeitos de ligações terroristas, entre os quais o líder da formação Selahattin Demirtas.

O governo bloqueou esta manhã as redes sociais, proibindo os media nacionais de difundirem imagens da explosão em Diyarbakir e da detenção dos deputados pró-curdos.

quarta, 02 novembro 2016 12:22

Sondagem dá vantagem a Trump

mw-860.jpg

A uma semana das eleições presidenciais norte-americanas, o candidato Republicano, Donald Trump, ultrapassa a candidata democrata, Hillary Clinton, numa sondagem.

No estudo realizado por ABC News-Washington Post, Trump consegue 46% das intenções de voto, contra 45% de Clinton.

No Wisconsin, a mais recente jogada de Trump foi pedir aos que votaram antecipadamente, e o fizeram em Clinton, que mudem o voto.
“Se mora aqui, no Michigan, na Pensilvânia ou no Minnesota, nestes quatro lugares, você pode mudar o voto para Donald Trump e nós faremos a América grande, novamente. Ok? Ela não vai fazer a América grande novamente,” atacou Donald Trump.

Em Columbus, Ohio, o presidente Barack Obama foi ao terreno para apoiar Hillary Clinton.
A candidata democrata tenta fazer frente aos casos dos e-mails privados que têm sido usados contra ela.

“Ela cometeu erros? Claro que sim, eu também. Não há ninguém na arena pública que ao longo de 30 anos não cometa alguns. Mas ela é uma pessoa fundamentalmente boa e decente, que sabe o que está a fazer, e será uma excelente presidente,” afirmou Barack Obama.

Além da sondagem ABC-Washington Post, outros estudos estão a ser realizados e mostram que a opinião pública ainda dá a vantagem a Hillary Clinton.

De acordo com a média estabelecida pelo site Real Clear Politics, a nível nacional, Clinton tem 2,2 pontos de vantagem sobre Trump.

PROGRAMAÇÃO DE TV

Câmbio do Dia

Moeda Compra Venda
EUR 72.54 73.99
USD 68.10 69.47
ZAR 4.75 4.85
Fonte: BCI, 30 de Março de 2017

Telefones Úteis

Por provincia

Assista a emissão em directo:

tvm1 smalltvm2 small