dkfgefbit.jpg

Maxaquene entra em alta na segunda volta d Moçambola, goleando o Desportivo Maputo por quatro bolas a uma.
Derrotada pesada que agudiza ainda mais a crise alvi-negra, que ocupa a ultima posição com nove pontos.
Os tricolores entraram na linha das equipas que espreitam a liderança, somando agora vinte e seis pontos. 
Estádio Nacional do Zimpeto, foi o palco de mais de dérbi do futebol nacional, na abertura da segunda volta do Moçambola.
Com ambições diferentes pela caminhada tida na primeira etapa do campeonato, Desportivo e Maxaquene entraram em campo dispostos a jogarem para a vitória, para encarar a segunda etapa com maior firmeza.
E os tricolores entraram melhores e antes do minuto quinze festejaram o primeiro golo da tarde.
Numa tentativa de sair para o ataque, o Desportivo falhou no seu sector recuado e Paito agradeceu e em boa forma colocou a sua equipa em ventagem.
Preocupado com a desvantagem, a rapaziada de João Chissano procurou o empate, mas a juventude alvi negra mostrou a imaturidade para bater o regressado guarda-redes do Maxaquene, Simplex.
Por duas vezes o Desportivo esteve próximo do golo do empate com a mais flagrante a ser protagonizada por Joca que não soube agradecer a uma defesa incompleta de Simplex a remate de Cândido.
Quem não marca sofre, e foi o que aconteceu a entrada da meia hora da partida.
O Maxaquene beneficiou-se de uma grande penalidade, com juiz da partida a ver a movimentação do braço de Henriques na grande área como faltosa para o castigo máximo, numa disputada de bola com o nigeriano LuckMan.
Isac com calma fez o dois a zero, resultado que se foi ao intervalo.
Na segunda parte, o Desportivo procurou reduzir a desvantagem e criou situações para tal, mas Simplex em grande estilo provou que um ano de castigo não lhe tirou o talento.
E foi numa jogada de bola parada, dentro da grande área que o ultimo classificado do Moçambola reduziu.
Jogo perigoso de Nelson sobre Joca na grande área e livre indirecto para o Desportivo cobrado vitoriosamente por Jossias.
Desvantagem que durou pouco porque o Maxaquene voltou a marcar.
Luckman com espaço e tempo acreditou e rematou para o três a um, com a bola a ter um desvio de trajetória no corpo de Fanuel.
Três a um que deu animo a equipa liderada por Chiquinho Conde, que ao apagar das luzes fez o quatro a um por Massawa, que vendo a passividade da defensiva adversaria fez o quatro a um.
Resultado que não foi alterado, porque no último lance da partida, Nito, defesa central do Maxaquene negou sobre linha final para o golo, negou o segundo do Desportivo, no remate de Joca.
E na primeira das quinze finais, o Desportivo de João Chissano caiu aos pés do Maxaquene e na cauda da tabela classificativa, soma nove pontos.
O Maxaquene entra na linha da frente do campeonato nacional de futebol, agora com vinte e seis pontos.
Na próxima jornada o Desportivo defronta o Costa do Sol e Maxaquene recebe o ENH de Vilanculos.

maxaquene vence estrela 1 Maxaquene vence o Estrela Vermelha de Maputo por 1-0, e soma a segunda vitória consecutiva na Taça da Liga BNI. Com o triunfo, os “tricolores” lideram à condição, o grupo “B” com 6 pontos.

jogadores do maxaquene em greveA TVM apurou no terreno que os atletas protestam contra o atraso no pagamento de salário de dois mêses e prêmios de jogo da presente época, facto que levou aos atletas a paralisarem os treinos.

sergio faife afastado do comando do costa do solSérgio Faite já não é treinador do Costa do Sol. O técnico foi afastado por maus resultados da equipa. Até ao fim da décima segunda jornada do Moçambola, a equipa “canarinha” tem apenas 13 pontos.

Pág. 8 de 8

PROGRAMAÇÃO DE TV

Câmbio do Dia

Moeda Compra Venda
EUR 69.51 70.91
USD 59.37 60.56
ZAR 4.77 4.86
Fonte: BCI, 27 de Maio de 2018

Telefones Úteis

Por provincia

Assista a emissão em directo:

tvm1 smalltvm2 small