%AM, %25 %322 %2018 %08:%Abr.

Antes de ajudar o seu filho, espere 17 segundos

Escrito por Edição/ Notícias ao Minuto

naom_5ad5f9d818832.jpg

Para que os mais novos percebam que são capazes de concretizar certa tarefa, deve-lhes ser dada a oportunidade para tal.

Para crianças por volta dos seis anos, problemas como não conseguir criar um castelo da Lego tal como está na caixa, atar os sapatos ou fazer um exercício de matemática, é encarado como graves problemas, para os quais carecem de ajuda imediata.

O seu instinto será facilmente ajudá-lo, contudo, por mais pequenos que sejam os obstáculos que desafiam o seu filho, há que deixá-lo tentar.

A paciência não é a melhor qualidade das crianças, pelo que em pouco tempo, vão tentar novas soluções para resolver aquele ‘difícil’ problema. É importante que as crianças sintam ter o apoio dos próprios pais, mas importa também que cresçam com a confiança de que são capazes de ser autónomos em vez de pedirem ajuda face qualquer situação.

Mas porquê 17 segundos?

Este curto e específico período foi apontado por Alissa Marquess, mãe de três e autora do blog ‘bounceback parenting’, onde partilha dicas de parentalidade.

Por ter o defeito de estar sempre a interromper os outros, apercebeu-se que a média de tempo até que alguém fosse interrompido por outros era de 17 segundos, intervalo que começou a aplicar a si, sempre que queria demonstrar os seus pensamentos numa conversa. Como a experiência teve sucesso, Alissa aplicou-a também ao caso dos seus filhos: Sempre que lhe pediam ajuda, esperava 17 segundos antes de o fazer.

Deste modo, estava a dar tempo a que a criança lidasse com o problema e, na maioria das vezes, o problema ficava resolvido com este simples truque.

Ler 771 vezes

PROGRAMAÇÃO DE TV

Câmbio do Dia

Moeda Compra Venda
EUR 69.51 70.91
USD 59.37 60.56
ZAR 4.77 4.86
Fonte: BCI, 27 de Maio de 2018

Telefones Úteis

Por provincia

Assista a emissão em directo:

tvm1 smalltvm2 small